quinta-feira, 3 de agosto de 2017


deixaste-me sobre a pele um rasgão que já não dói.

 mas quando a memória da noite consegue trazer-te intacto, fecho os olhos, o corpo e a alma 

latejam de dor.



Al Berto
Postar um comentário

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...