segunda-feira, 31 de julho de 2017

domingo, 30 de julho de 2017


"Ingênuo era eu, que recebia marteladas e procurava melodia nas batidas".




Sean Wilhelm

quanto anos se esgotaram na espera?

será que não explode um corpo?


Al Berto

sexta-feira, 21 de julho de 2017


Por mim, é por isso que oculto as mãos. 
Tenho-as todas queimadas





Herberto Helder

domingo, 16 de julho de 2017


"Promete que nunca me guardarás numa gaveta. 

Quer tenha ou não chave..."




Pedro Paixão

Ando muito completo de vazios.


Meu órgão de morrer me predomia.


Estou sem eternidades.




Manoel de Barros


Porque te dá um medo filho da puta: ser feliz, medo de amar, medo de ser bom
Tudo que faz bem pra gente, a gente tem medo.


Cazuza. 

sexta-feira, 14 de julho de 2017



Quase ninguém repara em ninguém. 


Em parte porque o espaço que nos circunda está cheio de chamadas, de perigos e de júbilos;


O ser humano, longe do que se pensa, é o que menos se nota no mundo.





Agustina Bessa-Luís

terça-feira, 11 de julho de 2017


O seu drama não era o drama do peso, 
mas o da leveza.

O que se abatera sobre ela não era um fardo, mas a insustentável leveza do ser.




Milan Kunder

segunda-feira, 10 de julho de 2017

domingo, 9 de julho de 2017

PRECISA-SE


nesta noite tu estás como anúncio

PRECISA-SE

na página gasta da minha pele



Vasco Gato

Côncavas de ter

Longas de desejo

Frescas de abandono 

Consumidas de espanto

Inquietas de tocar e não prender. 




Sophia de Mello Breyner Andresen,

Amar-te é construir uma casa numa falésia e ainda assim sentir-me segura. 

Mas somos felizes. 
Somos estupidamente felizes nessa beira de precipício. 
Somos tão felizes com os nossos gatos, com o nosso sofá. 
Temos dois gatos e um sofá e nada nos falta. 

Deem dois gatos e um sofá a quem se ama e estarão a dar-lhes o mundo.





Pedro Chagas Freitas

As meninas armadas são as mais belas,

têm no coldre uma arma

lotada de munições, 

pronta a ser sacada em inúmeras situações. 

As meninas armadas não fazem rimas 

Dão tiros nos poemas

e mandam autopsiar o corpo para reaverem as balas 





Cláudia Lucas Chéu

sexta-feira, 7 de julho de 2017


os dias sem ninguém

pequeníssimos recados escritos à pressa

a machucados nos dedos







Al Berto,

quarta-feira, 5 de julho de 2017


Vou deitar-me outra vez no meu lugar e deixar o teu à tua espera. 


Vem de noite sem eu dar conta e acordar contigo ainda no teu sono


e tocar-te e seres tu. 





Vergílio Ferreira

domingo, 2 de julho de 2017


Esta noite preciso de outro verão 
sobre a boca
crescendo nem que seja de rastos.




Eugênio de Andrade,

uma ferida

 PODE 

ser usada como arma 




Heiner Müller

Faz de conta que ainda somos
Quem nos escreveu!




O Teatro Mágico

sábado, 1 de julho de 2017


Os homens são uma parte pequena do mundo, e eu não compreendo os homens.

 Sei o que fazem e as razões imediatas do que fazem, mas saber isso é saber o que está à vista, é não saber nada. 

Penso: talvez os homens existam e sejam, e talvez para isso não haja qualquer explicação; talvez os homens sejam pedaços de caos sobre a desordem que encerram, e talvez seja isso que os explique.





José Luís Peixoto

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...

‘Cubra-nos com Teu Manto, oh Mãe’...  Quantas frases mal pronunciadas, sussurradas, cheias de uma pressa, de apelo e de fé elevei ...